Doutorado em Serviço Social na UFRN.  Uma conquista para o serviço Social.

Os cursos de Pós Graduação constituem-se um espaço privilegiado para a construção e socialização de conhecimentos e,  no âmbito do Serviço Social,  representam ainda a possibilidade para debates de temas específicos, pesquisas e produção de referencial bibliográfico para a profissão na contemporaneidade, tendo em vista a diversidade das formas de expressão da questão social na realidade atual e a necessidade do assistente social estar preparado para essa intervenção.

É importante destacar que os assistentes sociais que desejam cursar uma pós graduação podem escolher entre os cursos lato sensu e stricto sensu. O Ministério da Educação (www.portal.mec.gov.br) explicita as diferenças entre essas modalidades: Na pós graduação lato sensu, o assistente social irá cursar especializações com duração mínima de 360 horas e ao final terá um certificado. Na modalidade stricto sensu o aluno irá cursar Mestrado ou Doutorado em serviço social e ao final terá um Diploma.

Cursar uma pós graduação possibilita ao assistente social além da ampliação do arcabouço teórico-metodológico, ético-político e técnico-operativo a melhor qualificação para a inserção no mercado de trabalho, seja na docência em Serviço Social em instituições públicas e privadas, ou mesmo para o trabalho como assistente social, uma vez que alguns concursos utilizam como fase do processo seletivo a apresentação de títulos.

Doutorado em Serviço Social UFRN: Oportunidade de aprimoramento profissional

Considerando esses indicativos, a aprovação do curso de Doutorado em Serviço Social na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) é uma conquista, pois, amplia as vagas da Pós Graduação em Serviço Social no Brasil criando possibilidades para os profissionais que buscam esses espaços.

De acordo com o pró-reitor de Pós Graduação da UFRN, Rubens Maribondo do Nascimento, a proposta para a criação do Doutorado em serviço social foi enviada à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) em 2015.  A divulgação da aprovação do curso foi realizada pela CAPES no dia 03 de Março de 2016. O pró-reitor afirmou que a partir de agora a UFRN irá tomar as providências para o processo seletivo. (www.g1.globo.com )

A UFRN possui o curso de Mestrado em Serviço Social desde 2000 e a  proposta pedagógica do curso tem caráter multidisciplinar o que contempla discentes e docentes tanto do Serviço Social como de áreas afins.

A criação do doutorado em serviço social na UFRN representa avanços para o Serviço Social na medida em que ainda são poucos os cursos existentes no Brasil. Conforme a última avaliação trienal publicada pela CAPES em 2013, a área de Serviço Social possuía 31 programas de pós graduação (www.capes.gov.br ), sendo que desses apenas 14 possuíam curso de doutorado. Além desse fator é possível destacar também o fato de que o curso foi criado em uma universidade pública, o que amplia as possibilidades de acesso e mantém a tendência da concentração da pós graduação em instituições públicas.

Considerando que o Serviço Social possui o compromisso ético com o constante aprimoramento  profissional essas oportunidades são essenciais para a profissão na medida em que possibilitam  ao assistente social a oportunidade de crescimento pessoal e profissional, configurando ainda um acesso cada vez mais qualitativo ao mercado de trabalho.

2 respostas

    1. Olá Marcia! Ficamos muito felizes em contribuir para seus estudos. Muito sucesso pra vc é o que deseja toda a equipe ATTAS. Bons estudos!

Deixe um comentário